Resumo Sociologia – 1° Bim

Professor: Fernando-Rogério Jardim

SURGIMENTO DA SOCIOLOGIA

Contribuições intelectuais (renascimento + iluminismo) + circunstancias históricas (Revolução industrial + Revolução francesa) = de uma perspectiva filosófica passou a ser uma perspectiva científica da sociedade.

 

Revolução industrial:definiu o desaparecimento da sociedade feudal -> consolidação da sociedade capitalista.

– expansão marítima, mercantilismo, acumulo de riquezas, tecnologia

– luta de classes: pirâmide se torna porosa (pode mudar de classe, sob certas condições)

– burguesia aspira se tornar classe dominante

 

Revolução francesa: poder para a burguesia.

– aumento do poder da burguesia, tensões com as classes (nobreza e povo), influencia de ideias protestantes (valorizava o individuo).

 

As duas revoluções trouxeram:

– crises e desordens na organização da sociedade, que era estável

– o que era considerado verdadeiro, começou a ser desacreditado

– o que era certo e válido, começou a ser posto em questão

– valores sagrados foram perdendo o sentido

= necessário uma nova ciência que explicasse o mundo após as revoluções.

 

Mundo antes: dividido em estamento conforme prestigio; sem mobilidade hierárquica; autoridade era a tradição (Deus).

Mundo pós –revolução: crises;  sociedade dividida conforme a riqueza; mobilidade entre as camadas; secularização; diminuição da influencia religiosa; êxodo rural; individualismo; problemas agravados; desemprego; sucicídios; revoluções.

 

SOCIOLOGIA

‘’Ciência da crise’’.

Teria como papel descobrir as leis do desenvolvimento social, pois indicaria para a sociedade o caminho para o progresso continuado.

É considerada uma ciência jovem (condenada a juventude), sempre vai se modificando, derrubando as certezas estabelecidas, tendo a necessidade da criação de novas teorias.

Era necessário uma nova ciência para explicar esse jundo, pois a Ver. Industrial e a Ver. Francesa destruíram a ordem antiga sem construir uma nova. A sociologia nasce com o desafio de responder questões e compreender as alterações que passaram as sociedades nos últimos séculos, refletindo sobre a forma de como os indivíduos reagiram a elas.

 

POSITIVISMO

Foi o conjunto de postulados paa modificar, por meio dos novos métodos das ciências, a forma de pensamento das pessoas.

O positivismo vai buscar soluções para essa desordem.

A sociedade para eles, é um organismo combinado de partes integrantes e coisas que funcionam harmonicamente, conforma um modelo físico e/ou um mecanismo de organização.

 

Saint-simon: defendia a transferência de todo o poder da sociedade para as mãos dos cientistas (estudavam) e industriais (sabiam, pela pratica, o que funcionava melhor) com o objetivo de restaurar a ordem social, para tomar o lugar da autoridade da Igreja.

 

COMTE, AUGUSTE

Queria organizar a sociedade que estava em ebulição e total desordem.

Tem como lema: conhecer para prever, prever para prover = previsões/ solução do possíveis problemas.

Objetivo da sua sociologia: traçar relações entre ciência ( planejará a reordenação) e a reordenção planejada da sociedade pós-revolução.

Sociologia vai se inspirar na física social para essa reordenação da sociedade através de uma reforma intelectual do homem (fazendo todos caminharem para a mesma direção), iluminando crenças e valores.

= eduacar uma nova elite (não qualquer uma e sim um elite técnica, industrial e militar) intelectual, e não direto para as massas, e terá como alvo a reforma da ordem social, trazendo ordem e progresso.

 

A LEI DOS TRÊS ESTADOS

1)      Teológico (infância): é o ponto de partida. Espanto, quer respostas, um ciência mal desenvolvida ( imainação, porque os homens atribuem a seres, forças sobrenaturais) e possui deuses pessoais. Uma vontade divina escrito por um profeta inspirado e imutável (perfeita e eterna)

– Feichismo: o homem empresta vida e ação – coisa são deuses ou tem alma.

– Politeísmo: mundo movido por vários deuses

– Monoteísmo: mundo movido por unificação dos deuses

Organização social típica: monarquia teocrática

 

2)      Metafísico (adolescência): simples modificação da infância, destinada a servir de transição.

– argumentação substitui a imaginação

– deuses vão sendo substituídos por forças físicas

– busca explicações abstratas e absolutas – entidades abstratas determinando para cada um uma entidade correspondente (contrato social -> mandamento)

Organização social típica: monarquia constitucional, democrática.

 

3)      Positivo:

– observação e demonstração substituem a argumentação

– reconhece a impossibilidade de obter noções absolutas, renuncia a procurar a origem e o destino do universo

– quer descobrir suas leis efetivas

– quer relações constantes entre o objetivo e concreto.

Organização social típica: regimes militares, republicanismo, presidencialismo.

Prestigio e poder é dado aos cientista e industrias (progresso) e aos militares (ordem).

 

COMO FAZER A SOCIOLOGIA TER IMPORTANCIA?

– chamar de física social

– pegar conceitos da física e colocar na sociologia

– ter uma organização planejada

– classificar as ciência colocando a sociologia no topo

– explicar o ser humano e a sociedade, pois ainda nenhuma ciência explicou.

 

ESTÁTICA E DINAMICA

A crise social que se instala no período pós-revoluções teria como causa a convivência simultânea dos 3 estado = DESRGANIZAÇÃO.

É necessário então uma reordenação (reforma intelectual do homem), para superar os dois estados anteriores.

 

No direito…

Estática: permanência – ordem – não muda nunca = ela cai em desuso, lei fica sem base, não se adaptando as transformações.

Dinâmica: transformação – muda o tempo todo = instabilidade/insegurança jurídica.

 

Solução = EQUILIBRIO DOS DOIS PRINCIPIOS.

Ex: revogação de leis, emendas constitucionais. Sempre, claro, com base na lei maior, a constituição.

Igrejas e Estado: mantêm essa constante.

Partidos políticos, movimentos sociais: promovem pequenas mudanças.

 

Comte é conservador, portanto, diz que primeiro tem que vir a ordem (estática) pra depois ter o progresso (dinâmica).

– ordem sem progresso é ESTAGNAÇÃO

– progresso sem ordem é CAOS.

Professor: Fernando-Rogério Jardim

Anúncios

2 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s